quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Um parque, muitas atrações: Visita monitorada - CooperTextil

Um passeio pela história da indústria têxtil em São José*




Os antigos galpões da Tecelagem Parahyba, fundada em 1925 e que entrou em falência na década de 90, hoje abriga uma cooperativa de trabalhadores, a CooperTextil, que tem como presidente Paulo Roberto Palmeira. As instalações ficam no Parque da Cidade, mas para ter acesso aos galpões é necessária autorização prévia. 



A maioria das pessoas acha que a tecelagem produz apenas cobertores. Por muito tempo esse foi o principal produto da fábrica, entre as décadas de 50 e 70.



 Nessa época, foi composta a música que embalou os sonhos de muitas crianças: “Já é hora de dormir, não espere a mamãe falar. Um bom sonho para você e um alegre despertar”.



Hoje, a CooperTextil produz diversos itens. Além do material para cobertores, os cooperados produzem gazes para uso hospitalar, coletes para policiais e até revestimento interno de aeronaves.






A cooperativa conta com um acervo de máquinas trazidas para o Brasil no início do século passado, de navio, entre elas uma desfibradeira, vinda do Japão, na década de 30, e outra importada da Alemanha Nazista, na década de 40 (as clicadas abaixo fazem parte do acervo geral da cooperativa e têm origem variada).





Segundo o presidente Paulo Roberto Palmeira, “o conjunto vai integrar o Museu da Indústria, um projeto que pretende contar e mostrar um pouco da história industrial da cidade”.


O que muitos não sabem é que esse passeio pelas instalações da antiga Tecelagem Parahyba está aberto para grupos, basta agendar com o Paulo Palmeira pelo telefone: (12) 3921-8477. O endereço principal é a Rua Maceió, 250, Vila Terezinha, mas também se pode acessar os galpões a partir do Parque Roberto Burle Marx. Só não se esqueça da autorização.
*Participaram desta fotorreportagem: Ana Beatriz Mathioli, Ana Carolina de Jesus, Diego Bernardo, Evelyn Santos, Julia Laurindo, Larissa Naiade, Nathalia Leite e Roseni Santos.  




Nenhum comentário:

Postar um comentário