quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Vem aí o Dia Nacional do Surdo, comemore com a gente!

A Associação de Apoio ao Deficiente Auditivo (AADA), de São José dos Campos, já iniciou os preparativos para as comemorações do Dia Nacional do Surdo, celebrado em 26 de setembro. A proposta é transformar a AADA em um ponto de encontro entre surdos e ouvintes, com oficinas de LIBRAS para praticantes e interessados, teatro e contação de histórias em LIBRAS, tendas de saúde e beleza, atividades recreativas e esportivas, e cantina solidária, no dia 25 de setembro, domingo, na sede da AADA (Avenida São José, 448, próximo ao Terminal Central).

Chame seus familiares, amigos, professores, vizinhos, membros da sua igreja ou paróquia e faça desta data um novo tempo de aprendizado, interação e inclusão social. 



segunda-feira, 8 de agosto de 2016

A AADA é minha, é sua, é de quem acredita

Tem fono, tem LIBRAS... fuxico, tem também





Você sabia que a Associação de Apoio ao Deficiente (AADA) atende a cerca de 70 famílias de todo o Vale do Paraíba e conta com uma equipe multidisciplinar? O público-alvo é composto por pessoas com diversos graus de surdez, de perda leve à profunda, principalmente crianças e jovens, entre eles usuários de implante coclear e de LIBRAS, e também familiares. O ambiente favorece o aprendizado, a troca de experiências e fortalecimento dos laços familiares.



Monitores, como Diego Bernardo, comandam as atividades de forma interativa e divertida no Momento LIBRAS, com pais e filhos, levando os participantes a mergulharem no universo da linguagem dos sinais e a conhecerem os benefícios dela para a comunicação, educação e convívio social.


Crianças e jovens são atendidos individualmente ou em grupo por especialistas ao longo da semana. É o caso das sessões de fonoaudiologia com a profissional Raquel Dário, cuja finalidade é desenvolver as habilidades auditivas e de comunicação oral com os atendidos.


No reforço pedagógico, com a pedagoga Sílvia Toledo, as crianças trabalham a percepção, coordenação motora, raciocínio lógico, entre outras habilidades que facilitam o aprendizado em geral, de forma lúdica e leve.





Na oficina de blogs, os jovens se familiarizam com o ambiente digital. O objetivo: a criação de um vocabulário de sinais personalizados e a associação dele com a língua portuguesa, por meio da linguagem jornalística.



Enquanto aguardam os filhos, as mães participam de atividades manuais, como a confecção de fuxicos. Coordenadas pela psicóloga Ariadine Diniz, as mães trocam experiências sobre a rotina com os filhos e costuram uma rede de aprendizado, informação e afeto.


A AADA retorna às atividades nesta semana. Fique por dentro das campanhas e novidades por meio da nossa fanpage (AADA - Associação de Apoio ao Deficiente Auditivo) e também pelo nosso site Participaram dessa foto-reportagem: Diego Bernardo, Júlia Vitorio, Nathalia Leite Lima, Ana Beatriz Mathioli, Evelyn Santos e Erivan da Silva. Texto e edição de imagens: Cris Lopes e Arianna Ceballos (voluntárias).